Otorrinolaringologia
Sinusectomia
A inflamação da mucosa dos seios da face - região do crânio formada pela maçã do rosto e cavidades ósseas ao redor do nariz - é chamada de sinusite e normalmente é secundária a um quadro alérgico, infecção ou fatores que prejudiquem a drenagem de secreções nessa região. Muitos portadores de sinusite não respondem efetivamente ao tratamento medicamentoso, necessitando de uma cirurgia chamada

Sinusectomia

.

As causas para o surgimento da sinusite são múltiplas: a existência de pólipos nasais; reações alérgicas a poeira, ácaros, poluição e pelos de animais; desvio do septo nasal e até mesmo um trauma na face pós-acidente podem gerar esse problema. Além disso, o tabagismo, a alteração de altitude - como em voos ou mergulhos -, infecções respiratórias e doenças que afetam a imunidade como a AIDS podem contribuir para a recorrência da sinusite.

As consequências da sinusite acabam se tornando muito incômodas na vida do paciente acometido pela doença. Alguns dos sintomas mais frequentes são a pressão e dor facial, acompanhadas de perda no olfato que também prejudica o sentido do paladar. A obstrução nasal e secreção normalmente estão presentes.

Quando os sintomas da sinusite duram até 12 semanas, ela é considerada aguda. Entretanto, quando os sintomas ultrapassam esse período, incluindo o inchaço e a inflamação, a sinusite é considerada crônica e, para esses casos, a equipe de otorrinolaringologia da Clínica Lividi pode indicar a

Sinusectomia SP

.
Dr. Fausto Nakandakari Dra. Milene Massucci Bissoli

Dr. Fausto Nakandakari Otorrinolaringologista formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e com residência médica ...

Antes de se submeter à cirurgia, é imprescindível que o paciente passe por alguns exames, sendo que o otorrino da Lividi explicará passo a passo este processo. Endoscopias nasais - quando é introduzida uma minúscula câmera no nariz - e tomografias computadorizadas são bem comuns.

A intervenção consiste na drenagem das secreções dos seios da face e também na abertura dos óstios de drenagem para devolver ao paciente as funções integrais dessa estrutura. Existem vários métodos cirúrgicos para a sinusectomia, contudo, a mais utilizada é a técnica interna com auxílio de um endoscópio, que evita cicatrizes no rosto do paciente.

No pós-operatório, é possível ocorrer sangramentos, por isso, o otorrino da Lividi recomendará repouso e algumas medidas comportamentais como: evitar banhos quentes, atividades físicas e banhos de sol; colocar compressas frias na face; realizar higienização nasal com soro fisiológico e fazer uso de descongestionantes.

Para esclarecer dúvidas e agendar sua consulta particular no bairro de Perdizes, entre em contato com a Clínica Lividi!

OUTRAS ÁREAS EM OTORRINO