Otorrinolaringologia
Tamponamento Nasal
Recobertos por uma fina membrana, os vasos sanguíneos do nariz são frágeis e podem se romper em ocasiões corriqueiras como uma crise de alergia, rinite, sinusite e até pela respiração de correntes de ar muito frias. Nestas situações, ocorre apenas um leve sangramento, que se estanca espontaneamente após alguns minutos, sem que seja necessária uma intervenção clínica.

Em outros casos, porém, o sangramento é volumoso e não cessa de modo voluntário, exigindo um

Tamponamento Nasal

. Trata-se de um procedimento realizado por um médico otorrino, que introduzirá uma esponja hemostática na cavidade nasal, de modo a ocluir a narina onde o sangramento foi originado. Como o próprio nome indica, o objetivo é tamponar o vaso sangrante, cessando a hemorragia.

Na Clínica Lividi, os pacientes que necessitam realizar um

Tamponamento Nasal em São Paulo

podem contar com o suporte de uma equipe médica especializada em otorrinolaringologia. Logo na primeira consulta, o otorrino da Lividi procederá com uma análise das condições da via respiratória e do volume sanguíneo circulante, seguida de exames com um espéculo e telescópio de fibra ótica para detecção do local do sangramento.
Dr. Fausto Nakandakari Dra. Milene Massucci Bissoli

Dr. Fausto Nakandakari Otorrinolaringologista formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e com residência médica ...

Após realizar o tamponamento nasal, o otorrino pode solicitar ainda alguns exames secundários, tais como: testes de coagulação; tipagem sanguínea, hemograma e hepatograma, radiografias simples, ressonância magnética dos seios paranasais e tomografia computadorizada − a depender dos sintomas associados e das características do caso. Este foco na precisão diagnóstica é um dos diferenciais da Clínica Lividi, que garante um tratamento efetivo para o paciente seja qual for a causa do sangramento.

Por fim, podem ser recomendadas medidas comportamentais que incluem: evitar mexer ou assoar o nariz; suspender medicamentos como aspirina, anticoagulantes e ginko-biloba; realizar lavagens nasais com soro fisiológico; e repouso acompanhado de dieta fria nas 48 horas posteriores ao tamponamento nasal.

Entre em contato com a Clínica Lividi e agende sua consulta. Nossa equipe de otorrinolaringologia é formada no Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (USP).

OUTRAS ÁREAS EM OTORRINO